quarta-feira, 27 de abril de 2011

MITOLOGIA GREGA






A existência do universo em que vivemos,
É um mistério do qual o próprio ser vive a questionar.
Enquanto uma parte crer na teoria monoteísta,
A outra, no politeísmo secular.

Limitando-se a crença politeísta,
Muito há no que se falar.
Pois sendo Grécia a capital do mundo antigo,
Muito dos deuses lá vieram a se originar.

São tantos os deuses a serem mencionados,
Que dias levaríamos para suas histórias contar.
Um pouco dessa historia aqui abordaremos,
Entre versos e prosas iremos lhes contar.

Começamos nosso mito com o gigante Cronos,
Que do seu próprio pai, Urano, o trono veio a tomar..
Trazia em sim a sede de poder e desejos de morte,
Más uma maldição o vivia a atormentar.

Como destronara seu pai Urano,
Sob este, uma praga veio a jogar.
O mesmo também lhe aconteceria,
Pois um de seus filhos o haveria de lhe destronar.

Temendo que a profecia se cumprisse,
Aos próprios filhos começou a devorar.
Na proporção em que os filhos iam nascendo,
Tão logo já os começava a abocanhar.

Cronos era casado com Réia,
Que muito sofria no seu silenciar.
Já perdera os seus cincos primeiros filhos,
Mas o sexto haveria de salvar.

Quando grávida de Zeus,
O filho sexto que haveria de nascer.
Foi secretamente ajudada por Gaia,
Para que este filho pudesse viver.

Levada para a cidade de Creta,
Lá se fez refugiar,
Mas temia que Cronos a descobrisse,
Pois mais a este filho iria matar.

Ao retornar para o palácio,
Tratou logo do que inventar.
Simulou um parto emergente,
Para a Cronos então enganar.

Uma pedra envolta em panos,
Entregou a Cronos que estava a esperar.
Mais esse filho ele devoraria,
Para a maldição não se concretizar.

Enquanto isso Zeus é tratado por Gaia e suas ninfas,
Que do bom e do melhor o fazem degustar.
Pois o menino haveria de crescer forte e saudável,
Para do seu pai, Cronos, o trono tomar.

O tempo passou e um homem se tornou,
Decidido contra o próprio pai lutar.
Disfarçando-se de peregrino e viajante,
Uma bebida ao seu pai, Cronos, veio ofertar.

Essa bebida que a Cronos entregara,
Aos filhos por ele devorados, os fez provocar.
E com esses já adultos, Zeus se juntara,
E contra o próprio pai Cronos, começaram a pelejar.

Seus irmãos Hera, Hades, Poseidon, Demeter e Héstia,
Juntamente com ele iniciaram a guerra Titanomaquia.
Iniciando assim um período de muitas outras guerras,
Contra o gigante Titânico e sua tirania.

Fora uma guerra que durara cem anos,
Pois no monte Olímpico esse mito se faz contar.
Os deuses Olímpicos tornam-se vencedores,
E a todo o universo veem a governar.

Como todo mito tem sua razão de existência,
Pra esses também há um grande valor cabal.
Os mitos que validam a historia dos povos gregos,
São estudos e pesquisas de interesse mundial.

autor: Claudio Nascimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário